Saúde
Publicado em 15/05/2017 às 9:59 - Autor:

SAÚDE : Como identificar sinais de infarto, AVC e outras doenças em seus pés

destaque-28-758x456

uantas vezes na vida você já se preocupou com seus pés? Já olhou para eles e tentou checar se estava tudo bem? E ainda: quantas vezes um médico já fez isso por você, durante uma consulta, por exemplo?

Muito provavelmente, a resposta é NUNCA, mas isso tem que mudar em sua vida. Embora pouca gente saiba, os pés são os primeiros a dar sinais de infarto, de um AVC que se aproxima e revelam sintomas de inúmeras outras doenças preocupantes, sabia? Diabetes é um bom exemplo disso.

Como você vai ver abaixo, as extremidades de nosso corpo, como os pés, são as primeiras a sentir e a indicar que alguma coisa vai mal com nossa circulação. Isso acontece muito devido ao tamanho reduzido dos vasos sanguíneos nessa região e à distância em relação ao coração, que pode acabar atrapalhando o retorno do sangue.

Por isso, se você conseguir identificar alguns desses sintomas que listamos a seguir, acredite, você precisa procurar um médico o mais rápido possível.

Descubra como identificar sinais de infarto, AVC e outras doenças em seus pés:

1. Inchaço

Pés inchados podem ser apenas um sinal de que você passou muito tempo na mesma posição, seja em pé, por exemplo, quando as veias da região se dilatam; mas também pode ser indício de problemas mais sérios, como má circulação. Esse ainda pode ser um sinal dessas outras complicações:

Insuficiência cardíaca: dificuldade do coração bombear sangue para o corpo. Pode ser causada por doenças arteriais coronarianas ou até mesmo hipertensão e diabetes.

Doença venosa: ou seja, nas veias, que não conseguem retornar o sangue para o coração com eficiência, por causa de varizes, trombose, problemas no sistema linfático e assim por diante. Se for este o caso, os pés podem ficar escurecidos e é possível que você sinta dores quando ficar em pé.

Inchaço muscular: se a musculatura das pernas e dos pés anda fraca, é possível que haja dificuldades para bombear o sangue para o coração.

Deficit de proteínas: desnutrição e falta de proteínas, além de algumas doenças crônicas, como o câncer; também causam inchaço nos pés. Especialistas explicam que, para o sangue ficar dentro das veias, é preciso que haja equilíbrio entre a pressão arterial, a pressão venosa e os componentes sólidos do sangue. Se houver desequilíbrio, entretanto, a tendência é que a fase líquida do sangue extravase, o que causa retenção de líquido e, assim, inchaço.

2. Palidez

Este, com certeza, é um sintoma com o qual você deva se preocupar. Segundo especialistas, este pode ser um dos sinais de infarto e de outras doenças arteriais obstrutivas que ficam visíveis nos pés.

A palidez, aliás, indica que o sangue tem dificuldade de perfusão naquele local. Isso costuma ser causado, na maioria das vezes, por acúmulo de gordura nas artérias ou aterosclerose, como chamam os médicos; ou por inflamação dos vasos sanguíneos, também chamada de vasculites. O primeiro caso, da gordura nas artérias, é um dos principais fatores que levam aos infarto e ao AVC.

Mas, claro, palidez nos pés pode ser outras coisas além de sinais de infarto. Especialistas dizem que isso costuma a acontecer também quando acontecem reações de fuga ou estresse.

Isso ocorre porque, em determinadas situações estressantes, a quantidade de sangue nas extremidades do corpo reduz para priorizar os órgãos vitais. Se for este o caso, os pés pálidos não indicam complicações.

3. Dores

Outro dos sinais de doença obstrutiva nas artérias é a dor, especialmente aquela concentrada na batata da perna depois de caminhadas. Normalmente, essa dor costuma piorar de forma gradativa até impedir que a pessoa ande e passa, depois de alguns segundos.

Por isso, a não ser que suas dores nessa região seja causada por causa de condicionamento físico, vale investigá-las com atenção. Afinal, elas podem ser sinais de infarto se aproximando.

4. Feridas

Úlceras que aparecem nos pés e ferimentos que demoram a curar são outros sinais nada agráveis de sua saúde, que os pés podem mostrar. Nesse caso, aliás, os ferimentos (que podem começar com um pequeno arranhão ou picadas de mosquito) podem ser sintomas de má circulação, causada por problemas vasculares e/ou diabetes.

BÔNUS: Como saber se os pés estão inchados

Voltando um pouquinho ao início da lista, quando discutimos sobre as possibilidades por trás dos pés inchados, lembramos que é preciso que você saiba identificar quando seus pés estiverem inchados. Isso porque nem sempre o inchaço é grande o suficiente para ser percebido só de olhar ou, às vezes, ele é tão constante que não dá para perceber a diferença.

Então, para ajudar você nessa situação, existe um teste caseiro bastante eficiente. Chamada de Sinal de Godet, a técnica se resume em pressionar um dedo na parte anterior da perna ou prensar a unha do dedão, mantendo a pressão por alguns segundos.

Quando você soltar, a região vai ficar esbranquiçada. O teste consiste em contar quanto tempo leva para que a coloração avermelhada e natural volte à pele ou à unha. Se voltar em menos de dois segundos, relaxe, está tudo normal. Agora, se o tempo de retorno da coloração for muito maior seus pés estão inchados.

Se a situação for corriqueira, acredite, caro leitor, você pode estar com algum problema na circulação e deve procurar um médico o mais rápido possível.

No vídeo abaixo você consegue ver, exatamente, como fazer o teste:

E então, você conseguiu identificar alguns desses sinais em seus pés? Se sim, não deixe de procurar um médico, hein!?

Agora, se quiser continuar investigando se algo de errado anda acontecendo em seu corpo, não deixe de conferir ainda: Descubra o que suas orelhas podem revelar sobre sua saúde.

Fonte: Vix

Comentários