Destaque Mundo
Publicado em 07/06/2017 às 17:58 - Autor:

MUNDO : Encontrado no Marrocos, o mais antigo fóssil humano tem 300 mil anos

homo

Com novos métodos, cientistas fizeram datação mais precisa de pelo menos cinco esqueletos de Homo sapiens; descoberta antecipa história da espécie em pelo menos 100 mil anos

Fábio de Castro, O Estado de S.Paulo

07 Junho 2017 | 14h00

Um grupo internacional de cientistas descobriu no Marrocos pelo menos cinco fósseis humanos de pelo menos 300 mil anos, cercados de ferramentas de pedra e restos de animais. A descoberta, revelada em dois artigos publicados na edição de hoje da revista Nature, antecipa em pelo menos 100 mil anos a mais antiga evidência fóssil já registrada da espécie Homo sapiens.

De acordo com os autores dos estudos, a descoberta revela que a espécie humana tem uma história evolutiva muito mais complexa do que se imaginava, envolvendo provavelmente todo o continente africano. O fóssil humano mais antigo encontrado já registrado até agora tinha 195 mil anos e havia sido desenterrado no leste da África, em Omo Kibish, na Etiópia.

Homo sapiens de 300 mil anosReconstrução de um fóssil de Homo sapiens encontrado em Jebel Irhoud, no Marrocos, com base em múltiplas imagens de microtomografia computadorizada do fóssil original; com 300 mil anos, o fóssil já mostra um rosto semelhante ao dos humanos modernos, mas a caixa craniana alongada indica que as funções cerebrais do Homo sapiens só evoluíram mais tarde. Foto: Philipp Gunz, MPI EVA Leipzig

“Acreditávamos que o berço da humanidade havia sido o leste da África, há 200 mil anos, mas nossos novos dados revelam que o Homo sapiens já havia se espalhado por todo o continente africano há cerca de 300 mil anos”, disse o autor principal da pesquisa, o paleoantropólogo Jean-Jacques Hublin, do Instituto Max Planck de Antropologia Evolutiva, em Leipzig (Alemanha).

Comentários