Brasil Destaque
Publicado em 30/03/2017 às 8:57 - Autor:

Estado de São Paulo : Movimento Paulista de Segurança no Trânsito tem novas adesões

estado 0851

Onze novas cidades firmam parcerias para reduzir mortes em acidentes; programa terá investimento de R$ 100 milhões até o fim do ano

Em evento no Palácio dos Bandeirantes nesta quarta-feira (29), o Programa Movimento Paulista de Segurança no Trânsito ganhou adesão de 11 novos municípios. A parceria com órgãos públicos e privados busca reduzir pela metade o número de fatalidades no trânsito até 2020.

Além do governador Geraldo Alckmin, participaram do encontro representantes das cidades de Araraquara, Bauru, Jaú, Marília, Ourinhos, Presidente Prudente, Santos, São Bernardo do Campo, São Vicente, Sumaré e Suzano.

“Nós começamos o trabalho para identificar onde estão ocorrendo essas mortes por acidentes, a localização, horário e tipo de acidente. Então vai funcionar como uma lupa. E não será só o trabalho de levantar o problema, mas também será agir para resolver o problema”, disse Alckmin.

Até o fim do ano de 2017 o Programa Movimento Paulista de Segurança no Trânsito vai receber R$ 100 milhões. Este é o quarto e último grupo de cidades que assinaram a parceria, totalizando 52 municípios que abrigam 71% da população do Estado.

Os convênios fornecem auxílio para a estruturação da gestão da segurança viária em cada uma das cidades selecionadas. O apoio financeiro, proveniente das multas aplicadas pelo Detran.SP, visa a realização de ações com foco na redução de fatalidades causadas por acidentes de trânsito.

As visitas de diagnóstico e construção dos planos de ação com medidas preventivas e de melhorias também deverão ter início. Outras ações serão desenvolvidas para melhoria de infraestrutura, fiscalização e conscientização.

Além disso, nesses municípios, é proposta a criação de um Comitê de Segurança de Trânsito, com representantes dos órgãos e setores com atuações relacionadas ao tema: Polícias Militar e Civil, Setores de Engenharia de Tráfego, Fiscalização e Educação para o Trânsito, Unidades de Saúde e Hospitais, SAMU, Corpo de Bombeiros, Detran.SP; DER e Concessionárias Rodoviárias.

Os valores destinados aos municípios dependerão de estudos realizados em cada localidade. Após esta análise, serão celebrados convênios para o repasse dos recursos. “Nós vamos poupar vidas, vamos gastar menos, menos sequelas, menos perigos, e a gente deve avançar ainda mais”, finalizou o governador.

Comentários