Brasil Destaque
Publicado em 19/12/2017 às 5:50 - Autor:

Confissão ao Cade: Camargo Corrêa aponta cartel no metrô de sete estados, e no DF. Aumentos salariais de servidores são mantidos por Lewandowski.

Sinopse-19.12.2017

Edição: Sérgio Botêlho O assunto mais em destaque na mídia, nesta terça-feira, 19, é a confissão feita pela Camargo Corrêa ao Cade, apontando cartel no metrô de 7 Estados

Edição: Sérgio Botêlho

O assunto mais em destaque na mídia, nesta terça-feira, 19, é a confissão feita pela Camargo Corrêa ao Cade, apontando cartel no metrô de 7 Estados (Rio de Janeiro, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo) e no Distrito Federal, envolvendo 21 grandes licitações e mais 18 empresas.

Alta salarial {que havia sido suspensa pelo governo} para servidor é mantida por Lewandowski, é outro tema em destaque, ao lado da decisão da segunda turma do STF que livrou Benedito de Lira, Arthur Lira, José Guimarães e Dudu da Fonte de processos. Gilmar manda Adriana Ancelmo voltar à prisão domiciliar, e suspende inquérito de Beto Richa no STJ. Raquel Dodge quer barrar verba de propaganda do governo para a reforma previdenciária. Ex-senador Delcídio do Amaral e mais dez são acusados por propina de R$ 17 milhões na 1ªdenúncia por compra de Pasadena.

Destaques:

ECONOMIA. Lewandowski mantém reajuste e barra aumento de contribuição de servidores. Meirelles: País só deve ser rebaixado se reforma não passar. Tucanos contrários à reforma não mudam voto. Dias Toffoli, do STF, homologa acordo entre bancos e poupadores sobre correções em caderneta de poupança.

JUSTIÇA/DENÚNCIAS/INVESTIGAÇÕES. MP quer impedir ‘uso indevido’ de aviões da FAB: Investigação mostrou que ministros usavam aeronaves para transportar parentes e amigos lobistas. PGR denuncia Petecão por pagar a servidores R$ 100 e ficar com resto. Em evento com militares Temer diz que no Brasil, não temos muito apreço pela organização. Gilmar Mendes manda soltar Adriana Ancelmo. Cármen Lúcia pede que outros poderes divulguem salários. Dodge pede para STF rescindir delação de Joesley e Saud. Camargo Corrêa revela cartel em obras de metrô de 7 estados e DF. TRF-4 responde à defesa de Lula: rapidez nos julgamentos é regra. Com votos de Gilmar e Toffoli, STF rejeita denúncias contra quatro políticos: Arthur Lira, Eduardo da Fonte, José Guimarães e Benedito de Lira estão livres das acusações. Gilmar Mendes suspende inquérito de Beto Richa no STJ. Ex-senador Delcídio do Amaral e mais dez são acusados por propina de R$ 17 milhões na 1ªdenúncia por compra de Pasadena. Gilmar manda Adriana Ancelmo voltar à prisão domiciliar. MP pede detenção de Cabral em Bangu.

TEMER. Para presidente, quando mulher pilota avião, descida é mais suave. Virada do ano do presidente será na base militar de Aratu.

INTERNACIONAIS. Em meio a greve geral, Argentina retoma debate sobre Previdência. Desemprego deve voltar a cair na América Latina em 2018, diz OIT. Governo Trump. Plano de segurança de Trump ataca China e Rússia e ignora clima. Nova política de Segurança Nacional reflete visão dos Estados Unidos de ‘nós contra eles’ na hegemonia global. Trump chama China e Rússia de rivais ao anunciar estratégia de Segurança Nacional. Greve cancela voos na Argentina e afeta brasileiros. Trem descarrila e mata ao menos seis no estado de Washington.

POLÍTICA/ELEIÇÕES Braço afro do PMDB veta ingresso da ministra Luislinda no partido. Eleições 2018. Haddad vai coordenar programa de Lula em eventual candidatura. Meirelles ironiza possibilidade de o governo apoiar Alckmin em 2018.

MANCHETES DOS JORNAIS:

Manchete e submanchetes do jornal O Globo: Empreiteira denuncia cartel no metrô em 7 estados e no DF. Construtoras operavam esquema sob o apelido ‘Tatu Tênis Clube’. De acordo com relato, 21 licitações foram manipuladas, inclusive no Rio. Com base em informações da empreiteira Camargo Corrêa, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) abriu processo para investigar cartel formado por 19 construtoras para obras do metrô em sete estados e no Distrito Federal. A investigação envolve 21 licitações realizadas durante 16 anos em estados como Rio de Janeiro, além de obras na Bahia, Distrito Federal, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo. Segundo a Camargo Corrêa, as cinco maiores empreiteiras operavam o cartel sob o apelido “Tatu Tênis Clube”, em referência à máquina que abre os buracos do metrô. Grandes empreiteiras citadas, como Odebrecht e Andrade Gutierrez, se disseram empenhadas em corrigir erros do passado/MP quer transferir Cabral para Bangu.  De uma só vez, o STF mandou Adriana Ancelmo de volta à prisão domiciliar, rejeitou a denúncia contra 4 parlamentares, soltou empresário envolvido na Lava-Jato e suspendeu inquérito sobre Beto Richa, governador do Paraná. E o MP pediu a transferência do ex-governador Sérgio Cabral para Bangu devido à instalação de um cinema na cadeia/Justiça mantém reajuste em 2018. Liminar do ministro Ricardo Lewandowski, do STF, mantém o reajuste dos servidores, antes adiado para 2019, e suspende o aumento da contribuição previdenciária. O governo vai recorrer da decisão, que tem custo de R$ 6,6 bi/Alívio de R$ 15 bi não evita rombo. O Plano de Recuperação Fiscal do estado pode gerar R$ 14,9 bi em receitas e redução de despesas. Ainda assim, haverá rombo de R$ 10 bi. Prefeitura adia pagamento de servidores/Base curricular estimula ética. Base Nacional Comum Curricular prevê estímulo ao uso de tecnologias digitais de comunicação de forma crítica e ética por alunos da Educação Básica. Para educadores, texto é inovador/BNDES dá R$ 2 milhões para o réveillon do Rio..

Manchete e submanchetes do jornal Estado de São Paulo Empreiteira aponta cartel no metrô de 7 Estados e DF. Fraudes teriam ocorrido em 21 grandes licitações e envolveriam outras 18 empresas; Cade abriu investigação/Deportação de brasileiros da Europa sobe 37% com crise. No primeiro semestre deste ano, 3,1 mil brasileiros ilegais foram deportados da Europa, ante 2,3 mil no mesmo período do ano passado. O dado coloca o Brasil entre os dez países com o maior número de expulsões, de acordo com a Agência de Fronteiras. As ordens de deportação estão sendo dadas a brasileiros que chegaram ao continente entre 2015 e 2016, para escapar da crise/Alckmin só terá apoio se for da base, diz Meirelles. O ministro Henrique Meirelles (Fazenda) disse ontem, em entrevista ao programa Conexão Estadão, na Rádio Eldorado, que, para alguém ser apoiado pelo governo, “precisa ser parte da estrutura de apoio”. “É uma posição interessante, para dizer o mínimo, estar fora do governo por questões eleitorais, mas querer apoio na eleição”, afirmou, sobre o governador tucano Geraldo Alckmin/Haddad na campanha de Lula. O ex-prefeito Fernando Haddad vai coordenar o programa de governo de Lula. A ideia é afastar especulações sobre um “plano B” do partido em torno de seu nome/STF suspende medida que adiava reajuste de servidor. O ministro do STF Ricardo Lewandowski suspendeu a medida provisória que adiava em um ano o reajuste dos servidores – previsto para janeiro de 2018 – e aumentava a contribuição previdenciária da categoria de 11% para 14% para os que ganham mais de R$ 5,5 mil. O governo esperava economizar R$ 4,4 bilhões com o adiamento do reajuste e conseguir R$ 2,2 bilhões com a nova alíquota/Contra ‘penduricalhos’. Cármen Lúcia, presidente do STF, vai criar uma comissão para analisar vencimentos de juízes de tribunais. O Estado mostrou que TJs gastaram R$ 890 milhões com “penduricalhos”/Dnit desliga parte dos radares de rodovias.

Manchete e submanchetes do jornal Folha de São Paulo: Odebrecht confessa cartel durante gestão tucana em São Paulo. Empreiteira entregou documentos ao Cade que indicam irregularidades em obras/Alta salarial para servidor é mantida por Lewandowski/Planejamento quer cortar gastos com saúde em estatais/Marcelo Odebrecht deixa prisão em Curitiba e mira ex-aliados. Ele acha que falta delatores e que seu pai e aliados foram beneficiados nas negociações/Para 57%, USP e Unicamp devem continuar gratuitas.

MANCHETES DOS PORTAIS DE NOTÍCIAS:

Manchete e smbmanchetes da hora de O Globo onlineAssembleia de credores da Oi tem disputa até último minuto. AGU recomenda à Anatel votar contra o plano de recuperação judicial da tele/Assembleia afetará credores, acionistas e consumidores da Oi/Plano de recuperação judicial da tele carioca vai renegociar dívidas de R$ 65 bilhões/Lauro Jardim: BNDES vai liberar R$ 2 milhões para o réveillon do Rio. Diretoria aprovou concessão para empresa que realiza o evento/Gilmar manda Adriana Ancelmo voltar à prisão domiciliar. Ministro destacou que os crimes dos quais ela é acusada não envolvem violência ou grave ameaça/MP pede detenção de Cabral em Bangu e suspensão de diretor de Benfica por ‘cinema’ na cadeia. Ex-governador usou de ‘má-fé’ e enganou religiosos para falsificar doação; segundo denúncia, ele mantém ‘controle total’ do presídio/Cabral x Bretas: de bate-boca a brincadeiras sobre futebol/Ex-govenador pagava mesada de R$ 100 mil por mês à ex-mulher. Susana Neves chegava a receber 13 º e 14º salários no fim do ano, diz delator/Faculdade de Cabral e Adriana Ancelmo cobra estudo da Bíblia/Com votos de Gilmar e Toffoli, STF rejeita denúncias contra quatro políticos. Parecer do relator Fachin foi derrotado, e Arthur Lira, Eduardo da Fonte, José Guimarães e Benedito de Lira estão livres das acusações/Gilmar Mendes suspende inquérito de Beto Richa no STJ. Ministro viu ilegalidades na delação que baseou investigação contra governador do Paraná/Lava-Jato apresenta 1ªdenúncia por compra de Pasadena. Ex-senador Delcídio do Amaral e mais dez são acusados por propina de R$ 17 milhões/Delatores da Odebrecht pedem para não serem filmados. MP e Justiça Federal têm concordado com solicitações da defesa nas audiências/Servidores: Lewandowski suspende adiamento de reajuste. Ministro do Supremo também sustou a elevação da contribuição previdenciária dos servidores/Cármen Lúcia pede que outros poderes divulguem salários. Declaração acontece após o GLOBO apontar que 71,4% dos magistrados de TJs somaram rendimentos acima do teto de R$ 33 mil/O GLOBO revelou que, com extras, 71% dos juízes do país recebem acima do teto de R$ 33 mil. Nos TJs, penduricalhos representam um terço da renda/Dodge pede para STF rescindir delação de Joesley e Saud. PGR concordou com pedido apresentado pelo seu antecessor, Rodrigo Janot/Camargo Corrêa revela cartel em obras de metrô de 7 estados e DF. Investigação aponta envolvimento de pelo menos 19 empresas. ’Estava impossível gerenciar’, diz ex-diretor de empreiteira sobre propinas pedidas em obra/Investigação do cartel de trens em SP completou 4 anos ainda sem condenações. São14 as ações na Justiça sobre o caso/MPF desiste de fazer perícia em recibos entregues por Lula. Procuradores sustentam que ‘acervo probatório’ atesta o não pagamento de aluguéis/TRF-4 responde à defesa de Lula: rapidez nos julgamentos é regra. Advogados questionaram celeridade no caso tríplex/TSE proíbe moedas virtuais em gastos de campanha em 2018. Tribunal cita os riscos de transações com esse tipo de ativo/Mulher faz ‘aterrissagem mais suave’ que homens, diz Temer. Declaração foi feita durante cerimônia da Marinha; FAB tem capitã que integra grupo de pilotos que atende o presidente/Brasil não tem ‘muito apreço’ pelas instituições, diz Temer/Lauro Jardim: O réveillon do Temer. Virada do ano do presidente será na base militar de Aratu, ao norte de Salvador, com Marcela e o filho Michelzinho. Por recomendação médica, Temer cancela terceira viagem/Greve cancela voos na Argentina e afeta brasileiros. Companhias aéreas oferecem troca de passagem. Quase 300 voos cancelados na Argentina. Protestos também afetam metrô e ônibus/Trem descarrila e mata ao menos seis no estado de Washington. Vagão invadiu estrada paralela aos trilhos, ferindo mais de setenta pessoas/Análise: A estratégia de paz pela força de Trump. Nova política de Segurança Nacional reflete visão dos Estados Unidos de ‘nós contra eles’ na hegemonia global/Trump chama China e Rússia de rivais ao anunciar estratégia de Segurança Nacional. Presidente disse que aliados deveriam reembolsar país por custos de defesa/EUA vetam resolução da ONU contra decisão de Trump sobre Jerusalém.

Manchete e submanchetes da hora do Estadão onlineOdebrecht confessa cartel durante governos tucanos em São Paulo. Empreiteira entregou ao Cade documentos que indicam irregularidade em obras; entre projetos afetados estavam o Rodoanel e o plano viário; esquema operou de 2004 a 2015/Lewandowski mantém reajuste e barra aumento de contribuição de servidores. Ministro do STF dificulta planos do governo, que esperava economizar R$ 4,4 bilhões com as duas medidas/PGR quer barrar verba de propaganda da reforma. Dodge diz que é inconstitucional usar R$ 99 mi em material ‘com feição de campanha de convencimento’/Meirelles: País só deve ser rebaixado se reforma não passar/Ipea diz que recuperação depende da reforma/Meirelles ironiza possibilidade de o governo apoiar Alckmin em 2018. ‘Para alguém ser apoiado pelo governo, precisa ser parte da estrutura de apoio a ele’, diz ministro/Tucanos contrários à reforma não mudam voto/Raquel aponta ‘omissão de fatos criminosos’ em delação de Joesley e Saud. Procuradora-geral reitera pedido de homologação de rescisão da colaboração ao Supremo/PGR volta a pedir rescisão de delação de Joesley/Gilmar suspende inquérito contra Beto Richa. Processo apura acusações de corrupção passiva e falsidade ideológica eleitoral contra governador do Paraná/PGR acusa deputado Rossoni de proteger Richa/STF rejeita denúncia contra Benedito e Arthur de Lira. Supremo rejeita denúncia contra deputado José Guimarães. 2ª Turma rejeita denúncia contra deputado Eduardo Fonte/Raquel denuncia Erika Kokai por desvio de salário de assessora/Gilmar Mendes concede prisão domiciliar para Adriana Ancelmo. Ministro, que mandou soltar pela 3ª vez o ‘Rei do Ônibus’, atende agora pedido de ex-primeira-dama/MP pede a transferência de Cabral para Bangu Não tinha motivo para desconfiar de Sérgio, diz ex/Governo deve liberar mais R$ 4 bi do orçamento. Perspectiva é que, mesmo com desbloqueio, contas fechem com valor menor do que a meta de déficit/MP quer impedir ‘uso indevido’ de aviões da FAB. Investigação mostrou que ministros usavam aeronaves para transportar parentes e amigos lobistas/Camargo Corrêa confessa cartel em 7 Estados e DF. Em acordo com Cade e MPF em SP, empreiteira confessou crimes praticados entre 1998 e 2014/Camargo Corrêa diz que cartel atingiu três obras. ‘Tatu Tênis Clube’ era nome de manual de atuação de cartel/Trump divulga estratégia de segurança nacional com foco na economia. Presidente classifica China e Rússia como rivais e promete proteger o território americano/EUA vetam resolução da ONU sobre Jerusalém/PGR denuncia Petecão por pagar a servidores R$ 100 e ficar com resto. Procuradora acusa senador de desviar salários de servidores quando ele era deputado estadual. 

Manchete e submanchetes da hora da Folha onlineProcuradoria pede a Temer que mude regra para uso de voos da FAB. Reportagem da Folha mostrou que autoridades usam os jatos para dar carona a parentes, amigos, lobistas e outras pessoas sem vínculo com a administração pública/Em evento com militares Temer diz que no Brasil, não temos muito apreço pela organização, diz presidente/Avião presidencial. Para presidente, quando mulher pilota avião, descida é mais suave/Gilmar Mendes manda soltar Adriana Ancelmo, mulher de Sérgio Cabral. Para que ela volte a cumprir pena em casa, ministro cita decisões anteriores do próprio Supremo, informa Mônica Bergamo/’Troquei ajuda de campanha por ajuda a mim’, admite Cabral. Promotoria pede transferência de Cabral por ‘caso home theater’/Camargo Corrêa fecha leniência e revela cartel de obra do metro. Documentos indicam formação de cartel em 21 licitações em sete Estados durante 16 anos/Supremo rejeita três denúncias contra deputados e senador/Correções da caderneta de poupança. Dias Toffoli, do STF, homologa acordo entre bancos e poupadores/Ministro Ricardo Lewandowski mantém reajuste dos servidores. Ação deve ser analisada no plenário/Trem descarrila em ponte sobre rodovia e deixa 6 mortos nos EUA. Um hospital da região informou que 77 pessoas foram levadas a instituições de saúde/Protestos. Em meio a greve geral, Argentina retoma debate sobre Previdência. Houve conflito entre manifestantes e policiais na região do Congresso, em Buenos Aires. Empresas cancelam voos/Trabalho. Desemprego deve voltar a cair na América Latina em 2018, diz OIT/Direitos Humanos. Braço afro do PMDB veta ingresso da ministra Luislinda no partido. Para tentar se manter no cargo, Luislinda pediu na semana passada desfiliação do PSDB/Eleições 2018. Haddad vai coordenar programa de Lula em eventual candidatura/Falhas. Túneis de SP têm riscos por falta de iluminação, extintores e sinalização/Governo Trump. Plano de segurança de Trump ataca China e Rússia e ignora clima. Governo veta ‘feto’ e outros termos em documentos do Orçamento.

Fonte: anexo6.com

 

Comentários