Brasil Destaque
Publicado em 12/05/2017 às 15:53 - Autor:

BRASIL : Ao completar um ano de governo, Temer projeta futuro: “País mais feliz”

temer 22

#AgoraBrasil

Beto Barata/PR

Durante evento no Palácio do Planalto, presidente da República ressalta papel das medidas colocadas em prática para a retomada do crescimento

Com as medidas implantadas pelo governo colocando o Brasil de volta ao caminho do crescimento, o presidente da República, Michel Temer, acredita em um País mais estruturado e feliz no próximo ano. Nesta sexta-feira (12), Temer comandou o “Um ano de conquistas”, reunião no Palácio do Planalto para marcar os 12 meses de administração.

Ao fazer um balanço de todas as propostas apresentadas neste período, Temer destacou que elas começam a preparar o País para a fase da democracia da eficiência. “O Brasil está retomando o caminho do crescimento. Agora, é seguir em frente. A travessia continua, e estou seguro que ao completar o segundo ano de governo teremos um País reestruturado e mais feliz”, afirmou.

Para o presidente, ao assumir o governo, era urgente restabelecer o diálogo e colocar o País em ordem. “Vocês se lembram da situação que encontramos há exatamente um ano: rombo bilionário nas contas públicas, a mais grave recessão econômica da história brasileira, desemprego preocupante, inflação galopante e juros absurdamente altos”, lembrou.

“Dessa ausência de diálogo decorria, no passado, a dificuldade para governar. Faltava entrosamento entre o Executivo e o Legislativo. Faltava pacificar o País”, argumentou. Depois de maio, quando teve início o governo, explicou Temer, medidas foram tomadas para reverter esse quadro e, agora, o País começa a colher os frutos dessas ações.

Volta do crescimento

Durante o evento, Temer afirmou que o Brasil está retomando o caminho do crescimento. Ele relatou as medidas adotadas até o momento e os resultados obtidos com agendas de modernização e de redução da burocracia. Segundo o presidente, todas as áreas apresentaram resultados no último ano.

A recessão, pior até mesmo que a grande depressão de 1930, ficou para trás; o desemprego, que ainda está em níveis preocupantes, deve começar a diminuir: a expectativa é de que postos de trabalho voltem a ser gerados a partir do segundo semestre do ano.

O presidente lembrou de resultados positivos como a queda dos juros e da inflação, que melhoram a vida dos brasileiros já de imediato. “Quando você derruba a inflação, você está protegendo os mais pobres (…). Isso protege o bolso do trabalhador”, afirmou.

Fonte: Portal Planalto

Comentários