Destaque Negócios
Publicado em 29/10/2017 às 7:54 - Autor:

NEGÓCIOS: Mansão do ex-banqueiro Edemar Cid vai a leilão pela segunda vez em SP

mansaoedemar

Mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira no Morumbi, em São Paulo (Foto: Jonne Roriz/Agência Facto/Agência Estado)

O lance inicial é de quase R$ 78 milhões. Manter essa estrutura toda custa R$ 500 mil por mês.


Por Tiago Scheuer, SP2

 A mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira vai a leilão pela segunda vez. Na primeira tentativa não houve interessados, mas agora tem. É uma esperança para mais de dois mil credores que estão há 12 anos tentando recuperar o que perderam com a falência do Banco Santos.

Janelões blindados, pé direito de nove metros de altura e uma vista de tirar o fôlego. E isso é só a sala de estar da mansão no Morumbi. Ela tem adega para mais de cinco mil garrafas de vinho, biblioteca, 34 banheiros, alguns com vidro que embaça para garantir privacidade, piscinas interna e externa. A mansão ficou pronta em 2004 e vai a leilão, em novembro, pela segunda vez. O lance inicial é de quase R$ 78 milhões.

Para conhecer cada canto da mansão a gente precisa de duas horas de caminhada. E um dos lugares mais impressionantes é essa imensa sala de jantar. Os detalhes já começam na parede. Nesse painel de couro tem folhas de ouro que foram queimadas com maçarico para dar esse acabamento. A mesa de jantar tem dez metros de comprimento, 24 lugares, é feita de mogno, veio direto da Inglaterra e custa R$ 115 mil. Mas quem arrematar a mansão acaba levando junto.

Manter essa estrutura toda custa R$ 500 mil por mês.

Na casa, também estão obras de arte, como uma escultura da China, avaliada em R$ 80 mil, e trabalhos como o do artista minimalista americano, Sol Lewitt. O imóvel, projetado pelo arquiteto Ruy Ohtake, está vazio desde 2011 e pertencia ao ex-dono do Banco Santos, Edemar Ferreira Cid.

Em 2005, o Banco Central decretou a falência do Banco Santos, que tinha um rombo de quase R$ 3 bilhões. Edemar e o filho Rodrigo foram presos em 2006, condenados por crimes financeiros. Só que meses depois, os dois foram soltos por decisão do STF.

A novidade desta vez, é que além da mansão, também vão ser leiloados outros quatro lotes, na Marginal Pinheiros. Todos do ex-banqueiro. Um deles tem quatro prédios e dois terrenos. Nesse caso, os lances começam em R$ 53 milhões.

O leiloeiro diz que já apareceram alguns interessados, inclusive na compra da mansão.

“Trata-se de um leilão dentro de uma massa falida. Então, o dinheiro arrecadado serve para pagar credores, para pagar toda a parte de dívidas inerentes ao Banco Santos, esse dinheiro serve para quitá-los”, disse Renato Moysés, leiloeiro oficial.

Quem arrematar os imóveis e os lotes, não arca com dívidas antigas, como IPTU, água e luz.

Mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira vai a leilão pela segunda vez

Mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira vai a leilão pela segunda vez

 Fonte: G1

Comentários